20/04/2014

Heart By Heart: Capitulo 2: Não deixe-os saber, mas eles sabem


Não os deixe entrar, não os deixe ver. Seja a boa menina que você sempre precisou ser. Esconda, não sinta, não deixe que eles saibam, bem, agora eles já sabem. - Let It Go, Demi Lovato
"Sempre a boa garota você deve ser" "O seu segredo você não pode revelar" "se descobrirem, vão te matar e você vai ter que se afastar do mundo dos inocentes por 100 anos". Minha vida toda se resume a escutar essas frases, sempre os bruxos superiores falam isso pra todos os bruxos e feiticeiros e nós temos que aceitar conforme as regras do mundo mágico.
Eu sei que parece maldade, mas acho que a solução era fazer um feitiço pra paralisar os inocentes e apenas os bruxos e feiticeiros vivessem sua vida, mas pra falar a verdade se me descobrissem, eu iria adorar, apesar de ficar assustada.


Sim, eu estava fazendo os feitiços pra fazer neve, porque eles são encantadores e eu adoro neve. Geralmente, no inverno, nossa floresta verde, se transforma em branca com leves tons de azul claro, é simplesmente encantador.
Eu tava com a Elizabeth lá fora a fazer os feitiços, Elliot estava dentro da casa se trocando, porque logo teríamos aula, e quando nos atrasávamos, Eliza, como é boa com feitiços temporais, voltava o tempo algumas hora pra dar tempo de se arrumar e chegar na hora certa.
Elliot, já pronto pra ir a escola, então ele apenas fez falar que já estava na hora. Elizabeth e eu que estávamos brincando na neve e rindo como duas retardadas, fizemos o feitiço pra que tudo voltasse ao normal e Elizabeth, o feitiço de trocas de roupas nela e em mim.


Ela fez esse feitiço dançando? WTF?! Deixa pra lá, deve ter sido a animação da brincadeira na neve, mas não importa. Pegamos o velho carro e fomos até aquela escola velha.
O movimento estava igual ao de todos os dias, as nojentas estavam lá, o pessoal dos times de basquete e futebol americanos se achando como sempre, as lideres de torcida se oferecendo pros garotos e assim a vida continua.
Assistimos os 3 primeiros tempos de aula e veio o intervalo. Quando de repente, recebo uma mensagem de Nicholas II.

"Cuidado. Alguns desconfiam do que se trata a misteriosidade de vocês três. Provavelmente, essa pessoa pode te ferrar a vida".

Nicholas sempre me mandava essas mensagens pra mim quando alguma coisa ruim poderia acontecer, mas quem será que desconfia de nós e do que exatamente eles desconfiam?. Tenho que tentar descobrir

*Narrador On*

"Com o que exatamente eu devo me preocupar? E com quem devo?" Essa era a pergunta que não parou de rolar na cabeça de Joanne, ela mal conseguiu se concentrar nos dois últimos tempos de aula com essa dúvida. A resposta? Ela deveria se preocupar com Beatrice e Stella. Stella nem tanto, porque era mais bobinha. Mas Beatrice já havia percebido os sinais, diferentemente do resto dos "Inocentes". E pra tentar descobrir o que era esse mistério que tanto a chamava atenção, ela disse pra Stella que naquele dia elas iam segui-los até o lugar onde ele moravam (o que também ninguém sabia). Assim o fizeram.
As aulas acabaram 30 minutos antes, porque houve uma ordem da direção de libera-los, pois havia previsões de tempestade fortíssima.
Os meninos (Elliot, Joanne e Elizabeth), logo pegaram o carro pra voltar pra casa, e como o planejado, Beatrice e Stella a seguiram, mas ficaram na entrada da floresta e os meninos entraram.

Beatrice e Stella entraram na floresta a pé, pelo menos parecia uma floresta normal, mas então elas ficaram perdidas e andando pela floresta.
Bem de longe, já era possível escutar o som dos trovões anunciando a tempestade no máximo em 15 minutos. Por impulso, Stella vira pra trás e...


... Ela se deparou com uma casa na arvore, mas uma casa super bem feita, grande e sustentada por apenas uma arvore e colunas de um tipo de luz neon rosa que se assimilavam a cordas de cipó entrelaçadas entre si. No assoalho da casa, indo pro chão, um balanço feito de um pneu velho. O lugar era lindo, ao mesmo tempo que era espaçoso. Mas isso não foi estranho... o estranho foi quando os três começaram a fazer os feitiços de treinamento diário, e ela se assustou, na verdade as suas se assustaram e começaram a grita enquanto caíram no chão e se empurraram pra trás com os pés arrastando no chão. Os três as viram...

- Merda, elas descobriram nosso segredo - disse Elliot assustado e irritado
- O que vocês viram? - perguntou Elizabeth
- Por favor não nos transforme em sapo - disse Stella chorando e encostando a cabeça nos ombros de Beatrice.

Elizabeth pegou a varinha e apontou em direção as duas pra aplicar o feitiço de apagar memória e transportar de lugar, mas então Joanne impediu dizendo:

- Não Liza, espere!
- O que foi? - perguntou Elizabeth
- Chegou a hora, chegou a hora de eu poder finalmente me libertar, isso é o que eu sempre quis, deixa eles (os inocentes) em paz, nós poderiamos viver com eles ao nosso redor no mundo deles que seria o mundo de ambos...
- Mas o que? - perguntou Elliot confuso
- Isso mesmo... meninas! - exclamou Joanne em direção as meninas - é isso que somos e é isso que podemos fazer!

Joanne se virou pra casa e começou o feitiço. O que era uma casa na arvore, se transformou em um lindo, pequeno e iluminado castelo.


Continua no próximo capitulo...

2 comentários:

  1. Continua, pfvr tá mt perfeito, to ansiosa para saber o que vai acontecer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. valeu hahahahaha vai ser muito excitante

      Excluir